José Rodrigo Rodriguez

Archive for dezembro \11\UTC 2011|Monthly archive page

É só isso

In Poemas para mim mesmo on 11/12/2011 at 18:24

Se eu lembrar de alguma coisa boa
para dizer a seu respeito
eu te ligo.

Mas logo chegam as férias
e quem se cansa
da cabeça cheia de problemas
das conversas breves intervalos
sem idéias amenas.

Tantas novas histórias
que eu vou inventar:
eu te ligo,
mas do mesmo lugar.

Quem poderia reclamar?
Quem ousaria censurar?
Não atenda!

Espere pelo verão que passar
sem ter pena
por apenas o mesmo homem,
se vivendo, apenas.

Por amor às aparências

In Poemas para mim mesmo on 10/12/2011 at 20:47

Tudo aquilo que estava na sua frente
a cor e o cheiro e o preço e o corte,
o modo como se veste e como cala,
a cor dos olhos e a cor da fala,
as palavras que usa para pedir um café,
uma pizza, uma música para o DJ,
um tempo para a tragédia ou o feijão
com lingüiça para empregada,
os passos e as mãos quando se movem,
quando ainda se movem, quando ainda
se prestam, quando ainda se seguem,
quando ainda.

As duas fugas

In Poemas para mim mesmo on 05/12/2011 at 2:13

Um cão raivoso,
um fantasma,
geografia mental,
jardim de inverno,
flores e árvores

correr, subir, voar,
o tempo quando passa,
matéria e vida,
as duas fugas.

Entre os dentes

In Poemas para mim mesmo on 05/12/2011 at 1:09

Porque eu nunca apostei no que pode haver
de mais belo
esta tarefa para decoradores e estilistas,
esta tarefa para artesãos
de cama, mesa e banho,
esta tarefa menor
que eu sempre pudera evitar

sem perceber que um dia,
a harmonia das notas e a elegância das linhas,
um dia,
o perfil mais esguio de um corpo em plena forma,
um dia,
por menos que eu quisera saber

da falta mesma desta forma de apreço
pelo que há de mais belo
e por aquilo que ela separa,
escolhe, afasta e determina
um dia

como nunca pensei
embora antes
que o amor começasse assim
justamenta com a falta
do que eu jamais soubera

esta beleza interna
ou oração desesperada
entre o café, o arroz
e a lentilha,
torta de morangos,
creme de baunilha
maçã entre os dentes.