José Rodrigo Rodriguez

Flower Power

In Poemas para mim mesmo on 12/07/2011 at 17:52

Recusar o poder
nas pequenas coisas

apagar-se para limpar
também esta linha
também este olho
também esta via
sistema do branco

do poder maciço
a liberdade faz oco
e abre

o poder não está fora
e a flor que ele mata
digere no fígado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: