José Rodrigo Rodriguez

Eu mesma

In Poemas para mim mesmo on 24/05/2011 at 23:39

Eu mesmo
nesta manhã imaginária
em que os pães multiplicados
falassem a língua dos anjos,
a tua presença material
para além de toda a dúvida:
eu mesmo
me professo.

Estacionado neste gesto
um caminho que refaz,
mas agora à perfeição,
cuja dança sempre resta
para além de toda a dúvida:

o que haverá de novo em viver
eu mesmo me repito
e mais uma vez
estas nuances do branco
em uma ária imaginária
canto inaudito
em novo tom,
a tua presença:
eu mesma.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: