José Rodrigo Rodriguez

Linha reta

In Poemas para mim mesmo on 12/01/2011 at 2:35

Não há paredes de vidro em pleno ar
os pescadores recolheram suas redes
luzes sem venda,
lua sem portas,
poema feito em
linha reta.

Meta, caminho, alvo, percurso,
estrada, rumo, destino, alameda,
corredor sem curvas
esquina da palavra
pensamento fixo
projeto de vida.

Traçar uma linha
e o que ela inclui
sucessão de metas
vida aos pedaços
peça de museu
pleno controle
luz pleno ar
máquina
palavra.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: